Senai inicia turmas do Jovem Aprendiz

Em parceria com a indústria local, o Senai forma, em média, 400 jovens aprendizes a cada ano

Da Redação / portal@d24am.com

Foto: Divulgação

Manaus – O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai Amazonas) está oferecendo mais 346 vagas para empresas do Polo Industrial de Manaus (PIM) por meio do Programa Jovem Aprendiz. As novas turmas contemplam as áreas de Metalmecânica, Automotiva, Soldagem e Plástico, com as aulas começando a partir do dia 29 de maio, na Escola Senai Waldemiro Lustoza, na Avenida Carvalho Leal, 555, bairro Cachoeirinha, zona sul. Em parceria com a indústria local, o Senai forma, em média, 400 jovens aprendizes a cada ano.

Na BIC Amazônia, dos 760 funcionários, dez são aprendizes e, de acordo com o Analista de Recursos Humanos da empresa, Tony Barreto, responsável pelo programa de aprendizes da Bic, esses jovens desenvolvem o aprendizado de acordo com as funções que logo irão assumir profissionalmente.

De acordo com o analista, há sempre uma grande possibilidade de contratação dos aprendizes, como é o caso do técnico de manutenção, Lucas Maia da Silva, 22 anos, há mais de dois anos na Bic Amazônia. “Contratar um aprendiz é vantajoso para a empresa, pois eles já conhecem os procedimentos”, disse o analista.

O Senai Amazonas está com vagas abertas para os cursos de Almoxarife (1200h), Assistente Técnico de Vendas (1200h), Desenhista Mecânico-AutoCAD (1440h), entre outros.

Empresas contribuintes do Sistema S, que desejam contratar aprendizes para o seu quadro de funcionários, arcam apenas com os custos trabalhistas e previdenciários do contrato de aprendizagem, ficando a cargo do Senai as despesas relacionadas aos cursos.

VÍDEOS