Procon notifica seis postos por manter preços elevados

Apesar das reduções acumuladas da Petrobras para as refinarias, os postos de Manaus insistem em não repassar a queda ao consumidor

Da Redação contato@jornaldezminutos

FISCALIZAÇÃO – Após a REDE DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO divulgar matéria revelando que os postos de combustíveis de Manaus não estavam repassando as reduções acumuladas no preço, para as refinarias, pela Petrobras, o Procon Manaus notificou aguns estabelecimentos para que prestem esclarecimento sobre o fato.
Ontem, seis postos das zonas centro-sul e centro-oeste de Manaus foram notificados, durante uma ação do Procon Manaus. Os estabelecimentos devem apresentar justificativa, em 48 horas, para a não diminuição do valor dos combustíveis, após a Petrobras reduzir os preços nas refinarias.

O Procon Manaus vai continuar a verificar postos na capital (Raquel Miranda)

O valor definido pela Petrobras desde a última quarta-feira (7) foi de R$ 1,71, o litro, entretanto, não foi verificado o repasse nas bombas ao consumidor, em Manaus, que segue pagando R$ 4,99, o litro. Ontem, a maioria dos postos visitados pelos fiscais do Procon Manaus na capital continuava exibindo a tabela com o referido valor.
Ao longo da semana, o Procon vai fiscalizar outros postos.
Conforme o Código de Defesa do Consumidor (CDC), é vedada a elevação de preços que não seja justificada pelo respectivo aumento dos custos de atividade. Tal prática é considerada abusiva pelo CDC.

VÍDEOS