Prazo para pagamento da parcela do IPTU, sem juros e multa, encerra quarta-feira (15)

Por Lílian Portela


Manaus – Os contribuintes que optaram pelo pagamento parcelado do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) têm até a próxima quarta-feira (15), para pagar a quarta parcela do imposto sem juros e multa. Até hoje (13), 226.482 mil contribuintes de Manaus haviam iniciado o pagamento ou quitado o imposto. A prefeitura já arrecadou R$ 125,4 milhões, 11,4% maior que o valor recolhido no mesmo período de 2015, segundo informações do subsecretário da Receita da Secretaria Municipal de Finanças, Tecnologia da Informação e Controle Interno (Semef), Francisco Moreira.

“A receita é maior, mas levando em consideração a inflação de dois dígitos, não houve crescimento”, justificou.

De acordo com o subsecretário, no mesmo período do ano passado, 241.910 mil pessoas estavam pagando o IPTU, 15.428 mil contribuintes a menos este ano.

“Acredito que isso deve por causa dessa crise econômica que estamos enfrentando. As pessoas estão endividadas e desempregadas. Isso tudo está impactando a atividade de arrecadação”, disse.

Segundo o subsecretário, 117.253 moradores de Manaus pagaram em cota única e 109.229 estão pagando de forma parcelada. O quantitativo já pago foi R$ R$ 125,4 milhões, representa 62,7% do valor arrecadado esperado para 2016, que é recolher R$ 200 milhões.

Atualmente, a prefeitura tem 530.012 imóveis mil imóveis cadastrados, quase sete mil a mais que 2015. Somado, o lançamento deste ano poderá gerar receita de R$ R$ 409 milhões aos cofres da Prefeitura de Manaus.

“Mas isso se não fosse a inadimplência”, ressaltou o subsecretário. Na comparação com o ano passado, o total lançado avançou 1,2%. “Ainda existem muitos imóveis que não são tributáveis, como igreja, escolas públicas, associações sem fins lucrativos, órgãos públicos”, disse o subsecretário.

Inadimplência

A inadimplência ainda é um grande problema para aumentar a arrecadação dos impostos. De acordo com o subsecretário, o índice de inadimplência, apesar de aos poucos vir caindo, ainda é alto. O ano 2013 fechou em 53%, 2014 em 52% e 2015, com 49%. “Nossa meta é fechar este ano em 41%”, disse. Moreira explicou ainda que, o contribuinte que deixar de pagar o IPTU corre o risco de ter suas contas bloqueadas. “Não pagar o IPTU é um péssimo negócio, porque seu nome vai para protesto e execução judicial pela Procuradoria Geral do Município (PGM)”, disse.

Quem não recebeu o boleto do IPTU em casa, pode obter pelo semefatende.manaus.am.gov.br. Também é possível conseguir Também é possível conseguir o boleto nas unidades dos PACs e na central Semef Atende, na Rua Japurá, Praça 14.

VÍDEOS