Deputada diz que o governador mentiu sobre os ônibus

Da Redação / portal@d24am.com

Manaus – A deputada Alessandra Campelo (PMDB) afirmou na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE), na sessão compensatória, da última sexta-feira (24), que o governador do Amazonas, José Melo (PROS), não concede o subsidio do transporte público desde o ano passado, desmentindo o discurso de que a retirada do subsidio se deu por conta do aumento recente da passagem.

“Como o governador pode retirar o que ele não dá?”, questionou a parlamentar que ressaltou que o vice-prefeito Marcos Rotta (PMDB) tentou uma audiência com o governador José Melo  para discutir a volta dos subsídios do Estado ao transporte público. De acordo com ela, por causa de questões meramente políticas e eleitorais, o governador está tirando do bolso do trabalhador um total de R$ 31,2 milhões em dois anos.

O montante é referente ao subsídio mensal de R$ 1,3 milhão que o Governo deixou de pagar nos anos de 2016 e 2017. “O governador mente quando diz que não dá mais subsídio porque a passagem aumentou. Na verdade, desde o ano passado ele já não repassa os valores para as empresas de transporte coletivo”, disse.

A deputada disse, ainda, que o governador também alega que as empresas estão com impostos e multas em atraso, quando na verdade em 2015 o próprio Governo aprovou projeto dando isenção às empresas que estão devendo IPVA e multas.

VÍDEOS