Pistoleiro suspeito de matar mais de dez pessoas é preso, diz PC

Segundo a polícia, o homem cumpria ordens de um traficante preso em fevereiro deste ano. A PC diz que todas as mortes estão relacionadas ao tráfico de drogas

Carla Albuquerque / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Alexandre Alves da Silva, 22, conhecido como ‘Cagão’, foi identificado pela Polícia Civil (PC) como ‘pistoleiro’ do traficante Alexsandro Oliveira dos Santos, 29, o ‘Sandrinho’. Alexandre, que foi preso na noite de segunda-feira (5), foi apresentado à imprensa na manhã desta quarta-feira (7). Segundo o delegado Juan Valério, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), o homem é suspeito de de 11 assassinatos, cometidos entre 2016 e 2017, na zona oeste de Manaus.

Alexandre Alves da Silva recebia ordens do traficante ‘Sandrinho’ (Foto: Raquel Miranda)

A prisão de Alexandre ocorreu em cumprimento de um mandado expedido pela Justiça. O delegado explicou que o mandado de prisão foi expedido em decorrência do envolvimento de Alexandre na morte de Clerton Alves da Silva Menezes, 27, o ‘Bombinha’. O homem foi morto em 2016, no bairro Vila da Prata, zona oeste de Manaus.

Alexandre foi apresentado à imprensa, na manhã (Foto: Raquel Miranda)

Conforme Valério, Alexandre recebia as ordens para matar de ‘Sandrinho’, preso em fevereiro deste ano pela DEHS. Segundo a polícia, era o traficante quem comandava o tráfico de drogas no bairro São Jorge e todas as mortes estão relacionadas ao tráfico de drogas.

A prisão de Alexandre foi efetuada por policiais do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO). Ele foi localizado na Rua Waldemar Pedrosa, no bairro Vila da Prata.

O suspeito foi indicado por homicídio qualificado pela morte de ‘Bombinha’. Ele também era investigado por envolvimento em outras dez mortes, todas ocorridas, na zona oeste de Manaus.

O jovem será levado para o Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde ficará à disposição da Justiça.

VÍDEOS