Operação prende sete pessoas por tráfico de drogas e homicídio, em Manaus

Girlene Medeiros /Dez Minutos


Manaus – Sete pessoas foram presas na manhã desta quinta-feira (10) foram presas por envolvimento com tráfico de drogas e homicídio. Irmãos gêmeos foram presos pela morte do ex-cunhado e integrantes de uma família foram presos suspeitos de usar um estabelecimento como fachada para vender drogas. As informações foram repassadas pelo delegado Tarson Yuri, titular da 4ª Seccional Oeste que comandou a ação.

Os irmãos gêmeos e foragidos da Justiça Franklin Teles de Menezes, 23, e Joaquim Teles de Menezes, 23, foram presos em cumprimento a mandados de prisão preventiva, por serem suspeitos de matar, com três tiros, Isaque Souza de Oliveira, 22, ex-cunhado de Joaquim,  na noite do dia 25 de julho deste ano. Durante a prisão, a mãe dos irmãos, Martha Simone da Silva Menezes, 51, foi presa em flagrante por tráfico de drogas.Em entrevista à reportagem, os irmãos inocentaram a mãe deles.

Segundo o delegado, as prisões aconteceram, por volta de 10h, na casa onde o trio mora, na Rua Professor Evangelista Brow, no bairro Santo Antônio, zona oeste de Manaus. Conforme informações repassadas pela assessoria de imprensa da Polícia Civil (PC),  os gêmeos se aproximaram de Isaque em uma motocicleta e Joaquim pilotava o veículo. Já Franklin estava na garupa da moto e, conforme a PC, foi o responsável por atirar contra Isaque.

O delegado informou que, durante a prisão na casa dos gêmeos, foram apreendidas porções de droga e uma balança de precisão. De acordo com o delegado, a irmã de Isaque era ex-mulher de Joaquim. Conforme a PC, a mulher tinha uma filha com ele, mas já havia registrado ameaças de Joaquim para com ela, além de ter uma medida protetiva contra ele.

Na época do crime, familiares de Isaque disseram à reportagem que o crime foi motivado por uma ‘rixa’ entre Joaquim e Isaque por causa da ex-companheira do preso. Apesar da suspeita, o delegado disse que os irmãos “ainda não mencionaram as motivações do crime” para os policiais civis.

De acordo com o delegado,  a PC fazia buscas pelos gêmeos desde a realização do homicídio. Os mandados de prisão preventiva dos irmãos gêmeos foram expedidos, em 30 de julho deste ano, pela juíza de Direito Andrea Jane Silva de Medeiros.

Martha, mãe dos gêmeos, foi presa em flagrante por tráfico de drogas, porque foi encontrado porções de droga na casa deles e ela estava no local, segundo o delegado. Tarson acrescentou que a mulher já usava tornezeleira eletrônica por responder pelo mesmo crime. Já os irmãos gêmeos foram indiciados por homicídios e autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Família suspeita de tráfico     

Durante a operação ‘Dez de Novembro’, a Polícia Civil (PC) prendeu, em flagrante, uma família que usava um estabelecimento comercial como fachada para vender drogas na Travessa Cunha Melo, no bairro Vila da Prata, zona oeste de Manaus, segundo informou o delegado Tarson Yuri, da 4ª Seccional Oeste, que comandou a operação.

Segundo Tarson, com Maria Auxiliadora dos Anjos da Silva, 53; a filha dela, Alessandra Anjos da Silva, 30; o companheiro dela, Anselmo dos Santos Morais, 49; e o genro dela, Edinael Silva Cativo, 34, foram encontrados duas porções médias de cocaína, R$ 2 mil em espécie, uma balança de precisão e materiais para embalo de droga. A prisão aconteceu após a PC cumprir um mandado de busca e apreensão no local

VÍDEOS