Operação contra tráfico de drogas, roubos e homicídios prende 58 pessoas, em Manaus

Dez adolescentes também foram apreendidos. Operação foi deflagrada, na manhã desta sexta-feira, pela SSP-AM em todas as zonas da cidade

Da Redação

Manaus – A Operação Alegoria Proibida, deflagrada na manhã desta sexta-feira (2), resultou na prisão de 58 pessoas e apreensão de dez adolescentes. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), entre os presos, há sete homicidas. Durante a Operação, policiais também apreenderam três quilos de drogas – entre maconha, cocaína e oxi -, três pistolas, um rifle, uma arma caseira, um colete balístico, 34 munições de calibre 32 e R$11 mil em espécie.

Operação resultou na prisão de 58 pessoas e dez adolescentes (Foto: SSP-AM)

A SSP informou que os mandados de prisão preventiva, busca e apreensão autorizados pela Justiça do Amazonas são relacionadas, principalmente, a crimes de tráfico de drogas, roubos, furtos e homicídios.

O valor em dinheiro foi apreendido no bairro Santa Etelvina, na zona norte da capital, na casa de Glaucinei Caldas de Souza, 50, que também foi preso durante a operação. Segundo a SSP, o homem é membro da facção Família do Norte (FDN).

O pistoleiro Breno Yuri Silva, 20, preso durante a operação, passou mal, durante a apresentação dos suspeitos, na Delegacia Geral (DG). De acordo com a SSP, ele foi levado para o Hospital e Pronto Socorro João Lúcia, na zona leste de Manaus. A secretaria diz que ele possuía dois endereços, mas foi preso na Rua D, no São José.

Operação

A operação foi realizada pelas polícias Civil e Militar, em conjunto com a Secretaria Executiva-Adjunta de Inteligência (Seai). De acordo com a SSP, a ação envolveu os 30 Distritos Integrados de Polícia (DIPs) de Manaus. Um efetivo extra, de aproximadamente 800 policiais civis e militares, participaram da ação, que partiu do Comando de Policiamento Especializado (CPE), no bairro Dom Pedro, zona centro-oeste, por volta das 5h10 desta sexta-feira.

No início da manhã, o vice-governador e titular da SSP, Bosco Saraiva, destacou que a operação decorre de uma investigação que começou em dezembro do ano passado e foi desenvolvida pelos setores de inteligência das forças de segurança do Amazonas. “Nós estamos vindo combatendo, desde a fronteira, os grandes volumes e indo buscar na fonte de distribuição. É uma ação para combater o tráfico doméstico de entorpecentes. Estamos em pleno Carnaval, as grandes bandas iniciaram desde a semana passada e temos uma programação para reforçar o combate ao tráfico de drogas e todos os ilícitos nesse período”, disse.

Segundo a SSP, a Operação Alegoria Proibida começou em janeiro e, até o momento, já foi realizada nas cidades de Manacapuru, Careiro Castanho, Itacoatiara e Parintins. O delegado geral da Polícia Civil do Amazonas, Mariolino Brito, disse que após serem cumpridos os mandados, os presos serão levados para o Instituto Médio Legal (IML) para passarem pelo exame de corpo de delito. “O foco é mobilizar toda a nossa polícia, todos os bairros. Todos os distritos estão envolvidos nesse trabalho junto com a Polícia Militar. Nós estamos mexendo com a cidade toda para que a segurança pública chegue a todos os lugares”, afirmou Brito.

De acordo com o comandante geral da Polícia Militar, coronel David Brandão, aproximadamente 600 policiais do Comando de Policiamento Especializado (CPE) e do Comando de Policiamento Metropolitano (CPM), além do policiamento montado utilizado no bairro Compensa, zona oeste de Manaus, participaram da operação. “Essa operação, em conjunto com a Polícia Civil, faz parte do planejamento estratégico determinado pela Secretaria de Segurança. Também estamos atuando com o policiamento ostensivo ordinário que atua nas ações reforço do patrulhamento na capital”, disse.

VÍDEOS