Mulher agredida com golpes de faca e enxada diz que marido exigia dinheiro

Segundo a polícia, a vítima informou que passou a ser agredida após o homem chegar bêbado em casa, no Monte das Oliveiras. Ele já havia sido denunciado, há seis meses, pela própria mãe

Carla Albuquerque

Manaus – O distribuidor de quentinhas Maurício Belarmino da Silva, 29, foi preso pela Polícia Militar (PM), na madrugada desta quarta-feira (4), por suspeita de ter espancado e tentar matar, com golpes de faca e enxada, a companheira dele, uma cozinheira de 52 anos. O crime, segundo a delegada da Mulher (DECCM), Débora Mafra, ocorreu na casa onde eles moravam, no Monte das Oliveiras, na zona norte de Manaus.

Mulher agredida com golpes de faca e enxada diz que marido exigia dinheiro, segundo a polícia (Fotos: Divulgação/PM)

A delegada informou que o crime foi flagrado, por volta de 1h, por um vizinho do casal, na Rua Eduardo Braga. “Ele disse ter ouvidos barulhos e quando foi ver o que era, viu o homem com a enxada nas mãos golpeando a mulher. Após ter visto a testemunha, o suspeito saiu do local e fugiu”, disse Mafra.

À polícia, a mulher conseguiu dizer que começou a ser agredida após ter se negado a dar dinheiro a Maurício, depois de ele ter chegado em casa embriagado. Na casa, a polícia encontrou uma faca suja de sangue, pedaços de cabelo espalhados pelos cômodos. “Além de ele ter agredido ela com tudo isso e com golpes de enxada, ele ainda deixou o gás ligado. Ele queria matar mesmo ela (sic)”, disse a delegada.

Maurício foi localizado por policiais da 26ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) na Avenida Tenente Roxana, no momento em que saía de dentro do Igarapé do Passarinho. Ele foi preso em flagrante e levado à DECCM. Na delegacia, segundo Mafra, o suspeito ficou em silêncio. Ele foi autuado por tentativa de homicídio.

“Em nossas investigações, descobrimos que ele já havia sido denunciado, há cerca de seis anos, pela própria mãe. Ele ameaçou matar a ex-mulher e disse que não mataria se a mãe desse a ele R$ 1,5 mil”, disse a delegada.

VÍDEOS