Lutador de MMA é preso suspeito de envolvimento em morte de adolescente

Outros dois homens também foram presos. Um quarto suspeito está foragido. Segundo a PC, os homens pretendiam apenas assustar a vítima, que roubou a moto de um professor de jiu-jitsu

Filipe Távora / redacao@diarioam.com.br

Manaus – O lutador de MMA Deigrison Batalha Frazão, conhecido como ‘Jacarezinho’, 28, e Carlos Freire de Mendonça, 31, foram presos na noite dessa quinta-feira (23), no Nova Esperança, zona oeste de Manaus, e Marcell Tavares de Souza, 29, nesta sexta-feira (24), no mesmo bairro. Os três são suspeitos de envolvimento no sequestro e morte do adolescente Cristóvão Vasconcelos dos Santos, de 17 anos, ocorrido em abril deste ano.

O lutador de MMA Deigrison Batalha Frazão foi preso suspeito de envolvimento na morte do adolescente (Foto: Raquel Miranda)

De acordo com o delegado Juan Valério, titular do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), a vítima foi morta na Rua Ovídio Gomes Monteiro, Alvorada 3, zona centro-oeste de Manaus. Conforme o delegado, o adolescente estava na frente de casa, quando dois homens encapuzados se aproximaram e deram um golpe conhecido como gravata. Em seguida, a vítima foi colocada dentro de um carro preto.

Deigrison Batalha Frazão (à direita) e Marcell Tavares de Souza foram apresentados à imprensa nesta sexta-feira (Foto: Raquel Miranda)

“O dono do carro, que foi apreendido, era o Marcell. Achávamos que o caso se tratava de algo envolvendo organizações criminosas, pela maneira como o crime havia sido executado. No entanto, a motivação foi o roubo de uma moto”, explicou Valério.

O delegado afirmou que a vítima havia roubado uma motocicleta de um professor de jiu-jitsu de Deigrison, o que fez com que o lutador de MMA, junto com os outros dois suspeitos e um homem identificado como Levi da Silva Machado, decidissem assustar o jovem.

“Essa moto foi possivelmente roubada pelo Cristóvão, que estava respondendo em liberdade, pelo ato Infracional. Eles [os infratores] tomaram as dores [do professor] e decidiram ‘disciplinar’ a vítima, que, segundo eles, já cometia vários delitos na localidade”, afirmou o delegado.

Carlos Freire de Mendonça também teve participação no crime, segundo a polícia (Foto: Reprodução)

Conforme Juan Valério, a intenção dos suspeitos era apenas assustar Cristóvão, mas a vítima acabou morrendo. “O ‘Jacarezinho’ realizou vários golpes de mata-leão no adolescente, que desmaiava e voltava [à consciência], e numa dessas ele acabou não retornando mais”, contou o delegado.

O delegado afirmou que os suspeitos decidiram enterrar o corpo da vítima no bairro Tarumã, localizado na zona oeste de Manaus. Conforme a PC, a ossada foi encontrada na quinta-feira (23), na Rua Agente Mauro Lobo, também no Tarumã.

De acordo com Juan Valério, em depoimento, Deigrison, Carlos e Marcell disseram que o adolescente ameaçava o professor de jiu-jitsu, que teve a moto roubada por ele. O delegado afirmou que o professor, que não teve o nome divulgado, não tinha conhecimento do ocorrido.

Deigrison, Carlos e Marcell responderão por homicídio qualificado e associação criminosa. Levi da Silva Machado permanece foragido e está sendo procurado pela equipe do DRCO.

Levi da Silva Machado está foragido (Reprodução/PC)

VÍDEOS