Grupo fica três dias dentro de carro atolado na BR-319, após sair de Manaus

Um casal e outras duas pessoas ficaram desaparecidos durante três dias, sem água e sem comida, trancados dentro do veículo. Eles relataram rastros de onça enquanto estavam com o carro atolado

Bruno Mazieri / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Após três dias desaparecido, o casal Juraceli dos Santos Pinheiro, 55, e Milton Menezes Pinheiro, 60, foi encontrado, com vida, na manhã desta sexta-feira (22), no quilômetro 65 da BR-319. Eles saíram de Manaus com destino ao município de Manicoré (a 332 quilômetros a sudoeste da capital) e estavam acompanhados de mais duas pessoas.

O grupo foi encontrado após a contratação de resgate particular. “Nós estávamos indo para Manicoré, na terça-feira, quando atolamos por volta das 13h30, no quilômetro 65. A situação da estrada está muito feia. Ficamos sem água, sem comida e sem dormir, trancados dentro do carro”, relatou Milton Menezes Pinheiro. Após o resgate, os quatro integrantes do carro modelo S10 foram levados para Manicoré.

Ainda de acordo com Pinheiro, a situação da estrada piora ainda mais quando chove. “Não passava nenhum carro na área. Além disso, a situação da pista piora demais quando está chovendo. Atolamos em uma área completamente isolada, com casas muito distantes. O cansaço era grande”, disse ele.

A advogada Maria Silva, 48, que seguia com o casal para o município, afirmou que foram vistos rastros de onça nas proximidades do carro. “Não conseguíamos dormir preocupados com o animal. Faço aqui um apelo ao governador Amazonino Mendes para que ele olhe para o cidadão que mora nessa região. Trafegar por ela é algo impossível e a população sofre com as consequências”, afirmou.

VÍDEOS