Em Manaus, seis homicídios são registrados em menos de 12 horas

Manaus – Foram registrados seis homicídios durante a tarde de sexta-feira (5) e a manhã deste sábado (6), em Manaus. Os assassinatos foram praticados com arma de fogo e até com pedras, segundo relatório da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) e do Instituto Médico Legal (IML).

Um dos assassinatos envolveu Alessandro Leão da Costa, que não teve a idade revelada. Alessandro foi morto com uma pedrada na cabeça, na Rua Frei José de Leonissa, no bairro Nova Cidade, zona norte de Manaus, no início da manhã deste sábado. Segundo registro na DEHS, o autor do crime não foi identificado.

Daniel de Souza Cabral, 24, foi morto a tiros na Rua Circular 2, no bairro Novo Aleixo, zona leste da capital na madrugada de hoje. De acordo com o relatório do IML, Daniel foi levado ao Hospital Pronto-Socorro Platão Araújo, na zona leste, mas morreu por volta de 1h50. Até esta manhã, a equipe de investigação ainda não havia identificado quem assassinou Daniel.

Elmar Cavalcante Cândido, 28, foi morto com um tiro na nuca no parque de diversões Nenê Parque, na Avenida Grande Circular, Tancredo Neves, zona leste, às 21h40 de sexta-feira. O relatório da DEHS indica que a autoria ainda é desconhecida.

Outro crime registrado foi contra Simone Barreto da Costa, 36. A mulher foi morta por dois homens, ainda não identificados pela equipe de investigação da DEHS. Simone foi assassinada com tiros que atingiram braço, tórax, cabeça e ombro, na Rua Maria Amorim Neves (antiga Estrada da Estanave), na Compensa, zona oeste de Manaus, às 21h20 de sexta-feira. A DEHS ainda está em busca de informações para saber a motivação do crime contra Simone.

Miriane Sousa, 22, Araújo foi assassinada com tiros no queixo, ombro, braço e tórax por volta de 21h de sexta-feira, no Beco Paisandu, na Rua Coronel Ferreira de Araújo, bairro Petrópolis, na zona sul de Manaus. Segundo registro da DEHS, dois homens não identificados mataram Miriane.

Marcos Sabino de Souza Filho, que não teve a idade informada, morreu com um tiro na cabeça, em um estabelecimento que vende frutas, na Rua Recife, bairro Adrianópolis, na zona centro-sul. O crime ocorreu durante a tarde de sexta-feira. O autor do homicídio ainda não havia sido identificado até amanhã deste sábado, de acordo com a DEHS.

VÍDEOS