Advogado é morto a facadas e ciúme pode ter motivado crime

A suspeita da PM é que Delano José da Silva, 43, teria ‘dado em cima’ da mulher de ‘Pimenta’, que resolveu ir até sua casa pegar uma faca

Stephane Simões

O advogado Delano José da Silva, 43, foi morto a facadas, após se envolver em uma briga, em um bar, na madrugada de ontem, na Avenida H, conjunto Oswaldo Frota, bairro Cidade Nova, zona norte de Manaus. Segundo informações da Polícia Militar (PM), a suspeita é de que o autor do crime, conhecido apenas como ‘Pimenta’, tenha desferido as facadas por ciúmes.

O assassinato aconteceu por volta das 3h30, quando ‘Pimenta’ foi ao bar e esfaqueou Delano, informou a PM. A suspeita é que Delano teria ‘dado em cima’ da mulher de ‘Pimenta’, que resolveu ir até sua casa pegar uma faca. O advogado chegou a ser socorrido por familiares, mas morreu a caminho do hospital.

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Amazonas (OAB-AM), Marco Aurélio Choy, informou que está acompanhando o caso e que se reuniu, ontem, com o delegado titular da Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Orlando Amaral.

 

 

 

VÍDEOS