Preso músico suspeito de realizar golpe em venda de terrenos na capital e interior do Amazonas

Manaus – O músico Silviney Vieira Maciel, 42 anos, conhecido como ‘Pastor Ney’, foi preso por suspeita de aplicar o golpe da venda de terrenos em 30 pessoas de Manaus e Iranduba. Conforme o delegado Raul Augusto, do 2º Distrito Integrado de Policia (DIP), o suspeito deu um prejuízo avaliado em R$ 250 mil para as vítimas.

Silviney foi preso por policiais civis e militares, na casa de uma vítima, uma mulher de 42 anos, na Rua Manoel Urbano, bairro Educandos, zona sul. Conforme o delegado Raul Augusto, ele foi preso quando recebia o valor de R$ 1 mil da negociação de um terreno. “No momento da prisão, para intimidar os policiais, o infrator disse que era primo de um delegado e parente de um político”, contou.

“Teve um terreno que ele vendeu para mais de 15 pessoas. A maioria das vítimas eram pessoas humildes”, disse o delegado. Segundo Augusto, desde outubro do ano passado o músico estava vendendo terrenos nos bairros Educandos, Cidade de Deus e no município de Iranduba. “Ele anunciava os terrenos em uma igreja no bairro Monte das Oliveiras e em outras áreas da cidade. Encontramos depósitos de R$ 12 a R$ 15 mil na conta dele”.

Na manhã desta terça-feira (31), ‘Pastor Ney’ disse que vendia os terrenos a mando da pastora ‘Jucy’. Durante a apresentação do suspeito na Delegacia Geral, ele cantou uma música evangélica. “Já estávamos devolvendo o dinheiro dessas pessoas. Fiz a venda desses terrenos a mando dela”, justificou.

Silviney foi autuado por estelionato e encaminhado para a Penitenciária Raimundo Vidal Pessoa, Centro.

VÍDEOS