Mães protestam contra falta de cirurgias e medicamentos no Hospital Francisca Mendes

Da Redação / Dez Minutos


Manaus – Um grupo de mães realizou um ato na manhã desta segunda-feira (9), na frente do Hospital Francisca Mendes, na zona norte da capital, para protestar contra falta de cirurgias, exames e medicamentos na unidade. No total, cerca de 15 pessoas participaram da manifestação.

O grupo protestava contra os setores de cardiopatia/pediatria da unidade. Uma das manifestantes, a dona de casa Suzane Lorena Nunes da Silva, 39, anos, contou que era muito difícil consegui exames e que teve que comprar medicamentos para o tratamento do filho. A filha dela de 1 ano e quatro meses morreu em fevereiro deste no hospital. Ela acredita que a demora da Secretaria Estadual de Saúde (Susam) na distribuição de medicamentos tenha influenciado na recuperação da criança.

“Falta medicamento, falta celeridade nos exames. O problema nao são os médicos que trabalharam mesmo sem receber pagamento. O problema é a Susam que não repassa material”, disse.

Lúcia Rocha, 33 anos, coordenadora da ONG pequenos coações,  disse que existem 60 crianças na fila para serem operadas no setor de cardiopatia/pediatria e também para realizar fisioterapia, porém, os médicos pararam de trabalhar devido ao atraso nos salários.

“Os médicos são extremamente dedicados, mas ficaram 9 meses sem receber salário. A ala pediátrica parou há duas semanas. Eu temo que faleçam crianças pela demora no atendimento”, ressaltou Lúcia.

O PortalD24am aguarda posicionamento da Susam sobre o caso.

*Colaborou Girlene Medeiros

VÍDEOS