Idosa de 80 anos morre em incêndio no São Jorge

Manaus – Uma idosa de 80 anos, identificada como Otília Pessoa, morreu carbonizada durante um incêndio que atingiu cinco casas na Rua Vicente Torres Reis, no bairro do São Jorge, na zona oeste de Manaus, na tarde desta terça-feira. As informações são do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM). Segundo os familiares da vítima, o incêndio iniciou após um curto circuito.

De acordo com o tenente do Corpo de Bombeiros, João Filho, a idosa era cadeirante. Netos tentaram retirá-la da rede onde estava deitada, mas não conseguiram e o fogo se alastrou pela residência que era feita de madeira.

“Minha avó não merecia isso, gente, tentaram tirar ela de lá, mas não conseguiram. Foi tudo muito rápido”, disse a neta da idosa, Luana Alves, 16.

Uma pessoa, ainda não identificada, tentou ajudar e sofreu queimaduras pelo corpo e foi levada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), segundo informou o tenente. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o chamado demorou 13 minutos para ser atendido.

“O que o neto da vítima falou é que viu um curto circuito, começou a incendiar muito rápido e não conseguiram retirar a senhora da residência. Uma casa de madeira queima com uma proporção muito rápida e propagou para outras residências”, disse o tenente.

Moradores desceram com mangueiras e baldes de água para tentar conter o incêndio, que precisou de quatro viaturas do Corpo dos Bombeiros para ser controlado. Ao todo, cinco residências foram atingidas, três delas foram totalmente consumidas pelo fogo.

“Os moradores auxiliaram, tiraram os móveis, utilizaram mangueiras para amenizar o fogo no ambiente. Isso é sempre louvável, mas tem que sempre ter o cuidado com a segurança”, alertou.

Um fio de alta tensão estava sobre as casas, o que dificultou, segundo o tenente, a operação. Uma equipe da Eletrobrás Amazonas Energia também estava no local.

“Infelizmente depois que nós chegamos aqui tinha uma situação de uma afiação de alta voltagem que estava sob uma residência e inclusive ainda está energizado lá, mas fizemos o combate”, disse.

Ainda conforme os bombeiros, a perícia da Polícia Civil (PC) vai confirmar a causa do incêndio. De acordo com o tenente João Filho, o calor excessivo e a baixa umidade contribuem para os riscos de incêndio, principalmente em casa feitas de madeira.

VÍDEOS