Homicídios no AM têm leve redução, mas SSP não controla ‘guerra do tráfico’

A secretaria só recapturou um dos seis foragidos que estão entre os mais perigosos do Estado. Além disso, os dois últimos meses foram os mais violentos deste ano

Filipe Távora / redacao@diarioam.com.br

Manaus — Dados apresentados pela Segurança Pública do Amazonas (SSP–AM), em coletiva de imprensa nesta quinta-feira (9), indicam que houve redução de 11% no número de homicídios registrados entre janeiro e julho, em Manaus, na comparação com o mesmo período do ano passado. Mesmo com a redução, a ‘guerra’ entre facções rivais, principal motivo apontado pela secretaria como causa dos assassinatos, provocou o aumento do número de mortes em junho e julho, meses mais violentos deste ano.

De acordo com a SSP, foram registrados 530 homicídios entre os meses de janeiro e julho deste ano

Questionado sobre o motivo da quantidade de homicídios registrados no mês de junho, em Manaus, o delegado-geral, Mariolino Brito, voltou a apontar a guerra entre facções criminosas, por disputa de território na capital, como a principal causa. “Ao longo de muitos anos, a Facção Família do Norte (FDN), era una. Mas depois se dividiu em três, ou seja, esses indivíduos se fracionaram e começaram a se matar, cirurgicamente”, disse.

De acordo com a SSP, foram registrados 530 homicídios entre os meses de janeiro e julho deste ano, a maioria com características de execução. De acordo com a SSP, entre janeiro e julho de 2017, foram contabilizados 597 homicídios.

O secretário de Segurança Pública do Amazonas, coronel Anézio Paiva, afirmou que o número de suspeitos liberados em audiência de custódia em Manaus não afeta a polícia. “Meus amigos, é a aplicação da lei. [Isso] não desmotiva a secretaria de segurança de maneira nenhuma”, disse, quando questionado sobre a liberação, nesta quarta-feira (8), do empresário de 37 anos que foi encontrado em um motel com uma adolescente de 13 e a tia, que gerenciava uma rede de prostituição, segundo a Polícia Civil (PC).

Cinco foragidos com 76 processos na Justiça

Cinco homens são apontados, pela secretaria, como os principais suspeitos de envolvimento nos crimes deste ano. Juntos, eles respondem por 76 processos em andamento na Justiça do Amazonas por crimes como tráfico de drogas, roubos, organização criminosa e homicídios.

São eles: Adalberto Salomão Guedes da Silva, conhecido como ‘Salomão’; Alexsandro Oliveira dos Santos, o “Sandrinho”; Bruno de Souza Carvalho, vulgo ‘Bruno Fiel’; Johnson Alves Barbosa, o ‘Playboy’; e Kaio Wuellington Cardoso dos Santos, o ‘Mano Kaio’.

Questionado sobre as investigações dos foragidos, o secretário afirmou que as denúncias são importantes na procura dos suspeitos. “A população é primordial nessa questão das informações. Nós estamos com as investigações em andamento”, afirmou.

A secretaria está oferecendo recompensa a quem repassar informações sobre esses cinco foragidos. Depois de anunciar a recompensa, a SSP conseguiu recapturar Alexandre Alves da Silva, 23, conhecido como ‘Cagão’, no Piauí.

VÍDEOS