Em Manaus, família é presa por suspeita de estelionato e uso de documento falso

Thiago Monteiro /Dez Minutos


Manaus – Dacilene Gomes Rodrigues, 45, e os filhos dela, Thiago Gomes Paixão, 28, e Nathalia Gomes Sarrafe, 18, foram presos na tarde de quinta-feira (20), pela equipe de investigação da Delegacia Interativa (DI), na comunidade Jesus Me Deu, bairro Colônia Terra Nova, zona norte de Manaus, por suspeita de estelionato e uso de documento falso na capital. A família comprava eletrônicos, fazia empréstimos em nome de terceiros e revendia os produtos em um site de compra e vendas e rede sociais.

De acordo com o delegado Henrique Brasil, da Delegacia Interativa, a família era investigada há três meses, após denúncias de uma vítima, uma mulher de 53 anos.

“Temos estimativa de, pelo menos, 10 vítimas dessa família”, disse o delegado.

Segundo Brasil, Dacilene efetuou compras e fazia empréstimos usando o nome da vítima, em lojas no Centro de Manaus e shoppings da capital.

Ainda conforme o delegado, o primeiro crime cometido por Dacilene e Thiago ocorreu no dia 18 de junho, em uma loja de roupas. Eles fizeram um empréstimo de R$ 2 mil.

No dia 27 de junho, a família também comprou um televisor no valor de R$ 2 mil. Os suspeitos também compraram em uma loja de produtos agrícolas, no dia 14 de julho, um motor de polpa, no valor de R$ 1 mil.

Segundo Brasil, as investigações estão sendo feitas para identificar outros estabelecimentos que a família tenha praticado o estelionato.

Thiago Gomes já tem passagem por estelionato. Nathalia foi presa em flagrante por apresentar um documento de identidade falsa.

Thiago e Dacilene foram indiciados por estelionato. Nathalia foi autuada por uso de documento falso. A família será encaminhada para o Centro de Detenção Provisória Masculino e Feminino, no quilômetro 8, da Rodovia BR-174.

VÍDEOS