BMW inaugura fábrica em Manaus para produzir 10 mil motos por ano

Da Redação /Dez Minutos


Manaus – Em meio à crise que afeta o segmento de motocicletas, a BMW Motorrad inaugurou, na manhã desta quinta-feira (20), no Polo Industrial de Manaus (PIM), a sua primeira fábrica fora da Alemanha voltada exclusivamente para motos. Com investimentos de 10 milhões de euros (R$ 36,4 milhões) e capacidade de produzir 10 mil motocicletas por ano, a planta situada na Avenida Torquato Tapajós, zona norte, emprega 175 trabalhadores e vai fornecer dez modelos.

A decisão de abrir uma unidade própria em Manaus foi tomada há cerca de um ano, informou o presidente da companhia, Stephan Schaller. Desde 2009, a Dafra produzia sete modelos da BMW em Manaus, uma parceria que chegou ao fim.

De acordo com o executivo, a unidade opera com mais de 45 fornecedores do Brasil, sem detalhar quantos em Manaus por questões estratégicas, mas adiantou que, por concentrar outras marcas no parque local, recomendou que os componentistas permaneçam nesta área de incentivos e estejam prontos para atender ao crescimento da produção, especialmente com foco na qualidade. “Claro que gostaríamos de ter mais fornecedores em Manaus, não é uma questão fácil quatro horas de avião de São Paulo para cá”, disse.

Para a diretora de Relações Governamentais da BMW Group Brasil, Gleide Souza,  há um empenho governamental para atrir investimentos para a Zona Franca, mas Manaus é um ponto isolado e a empresa sofre com as questões de logística. O País deve olhar para a região pensando na logística de distribuição dos produtos locais”. disse.

A maior parte dos demais componentes  fornecidos fora do Brasil virão da Índia, mas toda a distribuição é coordenada por Berlim, com atenção pela qualidade, não importando a origem das peças, destacou Schaller.

A fabricante aposta na retomada do crescimento econômico. Para o executivo, apesar do ciclo atual de baixa atividade, a economia brasileira vai voltar a crescer e a empresa tem planos de longo prazo pela potencialidade do mercado local, que já esteve entre o sexto e o sétimo maior em vendas globais da companhia, há três anos. “O Brasil é um dos maiores mercados de motocicletas do mundo, principalmente entre 300 e 400 cc (cilindradadas)”, disse.
A planta local foi  erguida em uma área de aproximadamente 10 mil metros quadrados, após nove meses de construção e conta com equipamentos de última geração. Segundo a empresa, a unidade conta  com uma equipe de empregados altamente treinada e apta a garantir os mesmos níveis de qualidade encontrados em outras fábricas do BMW Group.

Aposta no modelo GS310

Das linhas de produção em Manaus, o primeiro modelo a ser produzido foi a BMW F 700 GS, além de outros  nove modelos, mas a aposta da empresa é a GS 310, voltada para o perfil do mercado brasileiro, previsto para meados de 2017.

De acordo com o CEO da companhia, o modelo 310 foi o escolhido após uma grande discussão com os engenheiros sobre a eficiência aliada à qualidade e por se encaixar na demanda do mercado nacional e pelo perfil econômico. O executivo ressaltou que a unidade local tem flexibilidade para produzir qualquer outro modelo.

Além da F 700 GS, ainda neste ano serão produzidas em Manaus  os modelos BMW F 800 GS, BMW F 800 GS Adventure, BMW F 800 R, BMW R 1200 GS, BMW R 1200 GS Adventure, BMW S 1000 R, BMW S 1000 RR e BMW S 1000 XR.

“A produção nacional garante ainda mais disponibilidade e rápido tempo de reação para atender à demanda local, o que será importante para o sucesso do nosso negócio no Brasil”, disse o  diretor de produção da fábrica BMW Motorrad em Manaus, Peter Vogel.

 

VÍDEOS