As 5 universidades do Brasil que são destaque em empregabilidade

Exame.com / Dez Minutos


São Paulo – Cinco universidades brasileiras apareceram no novo ranking mundial divulgado pela QS (Quacquarelli Symonds), com foco na empregabilidade dos formandos. As mais bem classificadas por aqui foram a Unicamp e a UFRJ, ranqueadas entre as posições 151º e 200º.

O Brasil é o país da América Latina (AL) com mais universidades na lista. Colômbia, México e Chile tiveram três instituições na lista e a Argentina, uma. No entanto, as brasileiras não são as mais bem avaliadas entre as latinas.

As três melhores da AL são o Instituto Tecnológico e de Estudos Superiores de Monterrey, no México, que ficou em 40º lugar, a PUC do Chile, que apareceu em 45º, e a Universidade de Los Andes, na Colômbia, entre as posições 71º e 80º.

A reputação da universidade entre as empresas, as parcerias com empregadores, remuneração entre os formados, presença de companhias no campus e a taxa de empregabilidade são alguns dos critérios levados em conta. A metodologia está no site da QS

Cadê a USP?

Foi esta pergunta que EXAME.com fez à chefe de relações públicas da QS, Simona Bizzozero. O que ela explicou foi que esse ranking exige uma boa dose de colaboração das instituições participantes, já que nem todas as informações e dados em que a análise se baseia estão publicamente disponíveis. Com isso, universidades puderam optar por participar ou não.

“Algumas universidades precisavam de mais tempo do que poderíamos permitir para completar a coleta de informações. Outras ainda estão organizando suas informações para participar na próxima edição e há aquelas que simplesmente optaram por não participar”, disse Simona. Ela afirmou ainda que o ranking vai evoluir ano a ano e já antecipa que haverá mais participantes na próxima lista.

Confira então a classificação das brasileiras nesta edição:

VÍDEOS