Time do Cavaliers Flag vende rifas para trazer título nacional à Manaus

Jogadoras iniciam ‘blitz’ para vender tícket a R$ 5 e, assim, arrecadar fundos para custear playsoffs da principal liga da modalidade do País, em Manaus

Natasha Pinto

Manaus – Pela primeira vez na história do Flag Brasileiro, a disputa da semifinal da modalidade, que é os Playoffs do Circuito Brasileiro da modalidade, será na Região Norte do País, mais precisamente, em Manaus nos dias 22 e 23 de setembro. Porém, a equipe anfitriã do Playoffs Amazônia, as jogadoras do Cavaliers Flag Football tem uma ‘blitz’, pelo caminho.

Atletas do Cavaliers querem fazer o melhor campeonato do torneio na capital amazonense (Foto: Divulgação)

Para marcar esse ‘touchdown’, as atletas precisam custear toda a competição, principalmente a arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol Americano, de acordo com uma das fundadoras da equipe, Amanda Barros.

“Por sermos sede, teremos que arcar com todos os custos, como por exemplo a pintura do campo, o pagamento dos árbitros, dois representantes da Confederação Brasileira de Futebol Americano, pagar hospedagem e alimentação dos mesmos. Fora as premiações e filmagens”, explica a Wide Reciever da equipe.

Jogando para não serem ‘derrubadas antes da Endzone’, as atletas estão vendendo uma rifa de R$5, que será sorteada no dia 4 de agosto. Os prêmios são uma Bola de Futebol Americano oficial da NFL, Luva de Futebol Americano, Luva de Futebol Americano Cutteres tamanho P, um mês grátis na Crossfit Gade, além de uma Cesta de chocolate da Cacau Show. Para quem quiser patrocinar ou comprar as rifas, pode entrar em contato pelo número 98122-9440.

Brasileiro no Amazonas

Caso as jogadoras cruzem a ‘goal line’, o torneio ocorrerá na Vila Olímpica de Manaus e oito equipes disputarão ‘descida por descida’, as três vagas para a grande final do Circuito Brasileiro de Flag, que é a 6ª melhor do mundo. As equipes participantes são: Vingadores-PA, Brasília Selvagens A e Brasília Selvagens B, ambas do Distrito Federal, Jacarés do Pantanal e Campo Grande Cobras, as duas do Mato Grosso do Sul e representando o Estado, Cavaliers, Raptors e Valkyrias.

Nunca na história do Flag brasileiro uma equipe amazonense conseguiu a tão desejada vaga na final. Entretanto, Amanda acredita no potencial da sua equipe, que está treinando duro para retirar as fitas das adversárias. “Ficamos muito motivadas com a classificação pra esta etapa do brasileiro. Afinal, temos apenas um ano de fundação, e já estamos jogando com atletas da Seleção Brasileira. Estamos treinando para deixar o nome do nosso time na história”, disse a jogadora.

A Wide Reciever do Cavaliers está entre os destaques do esporte no país e já foi indicada pela própria equipe, no ano passado, para o Training Camping da Seleção Brasileira onde é decidido as jogadoras que disputarão o Mundial do esporte. “Somente as melhores jogadoras do Brasil, são indicadas para este evento, e saber que meu Coach acredita no meu potencial e meu time confia em mim, é muito gratificante. Agora é tentar retribuir com a vaga na final”, concluiu.

VÍDEOS