‘Robocop’ se consagra pelo 1º Jaguar Combat

Show no Octógono Amazonense Gregory Rodrigues ‘calou a boca’ do baiano falastrão Edilberto Crocotá, pela luta principal do novo evento de MMA do Estado, e fechou a noite de duelos com o cinturão

Thiago Fernando

Manaus- A 1ª edição do Jaguar Combat, evento de MMA que aconteceu na última sexta-feira, na Arena Amadeu Teixeira, e contou com o apoio da REDE DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO (RDC), coroou o amazonense Gregory ‘Robocop’ Rodrigues, que na luta principal do evento, deu uma aula de jiu-jítsu no falastrão baiano Edilberto Crocotá. O anfitrião finalizou no último segundo do primeiro round para garantir o cinturão do peso-médio do evento.

O anfitrião finalizou no último segundo do primeiro round para garantir o cinturão do peso-médio do evento. (Foto: Reinaldo Okita)

No co-main event, mesmo contando com o apoio dos lutadores do UFC Anderson Silva, Ronaldo Jacaré e Rafael Feijão, o peso-pesado William Gigante perdeu a disputa de cinturão para Kleberson Pezão por decisão dividida dos juízes.

Cria do mestre Osvaldo Alves, o manauara Victor Neves mostrou o motivo de ser um dos principais atletas do Estado. Contra o casca-grossa Edgar Monbassa, amigo e parceiro de treino de Anderson Silva, Neves demorou apenas 1m e 19s para encaixar um direto de direita forte, levar o combate para o chão e finalizar sua participação no Jaguar Combat.

Após a luta, Victor pegou o microfone e desafiou Patrick Brabão para a próxima edição do evento. Na primeira luta do evento, Alvaro Tabosa precisou de apenas 2m12s para entrar na história do Jaguar Combat. Graças ao ‘canhão’ que tem na mão esquerda, o atleta da Nonato Muay-Thai conseguiu vencer Raimundo Buda por nocaute técnico.

Logo no duelo seguinte, o atleta Klinger Pinheiro, representante da Nova União e aluno do mestre Márcio Pontes, encaixou um belo mata-leão, aos 4m e 37s do segundo round, em Rubem Barca, atleta da Team Cardoso.

Outro atleta que utilizou o jiu-jítsu para sair como vencedor foi David Miranda. Contra Fernando Tourinho, David também usou um mata-leão, aos 2m 22s do primeiro round.

Trocação Insana

O duelo entre João Aquino ‘Vaca’ e Kristhian Avatar fechou com chave de ouro o card preliminar. No primeiro round, Avatar iniciou com tudo. Antes dos dez segundos, ele conseguiu levar o duelo para o chão e começou a castigar João Vaca, que teve que fazer muita força para recolocar o duelo em pé. A partir daí, ambos os atletas passaram a dar um verdadeiro show para o público presente na Arena Amadeu Teixeira.

Os atletas trocaram socos potentes. Nos últimos minutos, Avatar, novamente, conseguiu derrubar e trabalhou forte seu jiu-jítsu no solo. Na volta para o segundo round, Avatar manteve o ritmo e aplicou outro mata-leão para vencer.

Já na abertura do card principal, Patrick Brabão superou o atleta João Chico Bento por nocaute técnico no segundo round. Após o evento, o ex-campeão do UFC, Anderson Silva, fez questão de agradecer aos organizadores do Jaguar Combat e ao público pelo carinho que recebeu em sua primeira visita ao Estado.

VÍDEOS