Manaus FC domina e vence remo na Arena

Em sua estreia em competições nacionais, o time amazonense ‘deu um baile’ no adversário e venceu a partida de ida do confronto, por 2 a 0. Os gols foram marcados pelos meias Rossini e Hamilton

Thiago Fernando

Manaus – Em sua estreia em competições nacionais, nesta quarta-feira (31), o Manaus FC dominou o Remo-PA, na Arena da Amazônia, e saiu de campo com a vitória, por 2 a 0, na partida de ida da primeira fase da Copa Verde – competição que garante ao campeão uma vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil de 2019. Os gols foram marcados pelos meias Hamilton e Rossini.

Com a vitória, o Gavião do Norte pode perder por até um gol de vantagem no jogo da volta, em Belém (PA). A data ainda não foi definida pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Meia Hamilton abriu o placar da vitória incontestável do Manaus FC (Foto: Raquel Miranda)

E a primeira jogada da partida aconteceu aos três minutos. O atacante Nena foi lançado na esquerda. Com categoria, o camisa 9 do Manaus FC ajeitou para a direita e finalizou cruzado, mas o goleiro adversário espalmou sem problemas. Aos sete minutos, Nena completou, de primeira, o passe de Cleitinho, mas a bola foi no meio do gol.

A jogada mostrou como seria a dinâmica do duelo. Com mais qualidade técnica e posse de bola, o Manaus FC dominou a partida. Aos 24 minutos, Hamilton perdeu uma boa chance para abrir o placar. Após boa jogada de Rossini, pela esquerda, a bola chegou ao craque do último Campeonato Amazonense, mas ao invés de finalizar de primeira, ele quis dominar. Assim, deu tempo da marcação chegar e tirar o perigo da área remista.

Aos 30 minutos, o volante Panda arriscou de longe e acertou o travessão do Remo. Pressionado em campo, o Remo virou um mero espectador, na Arena da Amazônia. A equipe comandada pelo técnico Ney da Mata errava muitos passes, o que dificultava a saída de bola do Leão.

Se aproveitando disso, aos 39 minutos, o Manaus FC abriu o marcador com um lindo gol de Hamilton. Após bate-rebate dentro da área, a bola sobrou para o camisa 25 que, com muita calma e categoria, driblou o zagueiro antes de tocar, com classe, na saída do goleiro Vinícius.

O domínio visto no primeiro tempo continuou na segunda etapa. Logo aos oito minutos, o meia-atacante Rossini saiu cara a cara com o goleiro remista e tocou no lado direito. A bola bateu na trave antes de entrar e ampliar a vantagem do Alviverde.

Com dois gols de desvantagem do Gavião, o Remo partiu para o ataque. Ney da Mata colocou o rápido atacante Jayme. Em sua primeira jogada, aos 20 minutos, o camisa 19 arriscou de longe, mas parou no goleiro Jonathan, que fez uma bela defesa para impedir o gol.

Com os avanços do Leão, começou a surgir espaços para os pontas do Manaus FC. Aos 34 minutos, Rossini avançou pela direita e cruzou para Nena, que cabeceou por cima do gol.

Três minutos depois, o próprio centroavante teve mais uma boa chance de marcar, mas chutou para fora. Nos acréscimos, Romarinho ainda desperdiçou a última chance de fazer o terceiro da partida.

Campeonato Amazonense

Em Manacapuru (a 68 quilômetros a oeste de Manaus), o Fast superou o Princesa do Solimões por 2 a 1.

VÍDEOS