Piscina da Rio 2016 tem novo prazo para chegar em Manaus

Estrutura que mede 50x25 metros e tem dois metros de profundidade está prevista de deixar o Rio de Janeiro na próxima segunda-feira e chegar em Manaus entre 25 e 30 dias

Natasha Pinto/redacao@diarioam.com.br

Manaus – A aguardada reforma do Parque Aquático da Vila Olímpica de Manaus poderá finalmente ser viabilizada. Na última segunda-feira, o secretário de Estado da Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), Fabrício Lima, assinou um Termo de Cessão de Uso, no Rio de Janeiro, da piscina olímpica dos Jogos da Rio 2016, estrutura doada pela Aeronáutica, em novembro do ano passado. O equipamento está previso para chegar em Manaus até o fim de setembro.

Com este acordo de Cessão de Uso, a Sejel fica exclusivamente responsável pela estrutura da piscina, que ainda está no Rio. A assessoria de imprensa da Sejel informou que uma troca de comando na Aeronáutica ocasionou a alteração de documentos, inclusive alfandegários, para a liberação dos materiais da piscina.

O transporte fluvial da piscina da Rio 2016 para Manaus vai custar R$ 274 mil para o Governo do Amazonas. E ainda conforme a Sejel, este custo pelos serviços de embarque e desembarque do material da piscina, que mede 50×25 metros com dois metros de profundidade, é referente ao seguro da estrutura, isolamento, guincho e demais aparatos de segurança.

A piscina olímpica da marca italiana Myrtha Pools, que permite a montagem e desmontagem, será levada em uma embarcação do Rio de Janeiro para Manaus, provavelmente, até a próxima segunda-feira (28). Como durante o percurso, o navio fará paradas para desembarque de outras cargas, a piscina da Rio 2016 está prevista de chegar na capital do Amazonas no prazo de 25 à 30 dias, a partir da data de saída do Rio de Janeiro.

E antes da chegada da piscina olímpica, obras no Parque Aquático já tiveram início com a limpeza do local. Na chegada de toda estrutura da piscina, os materiais serão colocados em um ambiente adequado, com ventilação e segurança, para que a piscina seja montada, sem nenhum dano, na Vila Olímpica de Manaus.

Para a reforma e ampliação do Parque Aquático da Vila Olímpica, que inclui a obra de montagem da piscina dos Jogos do Rio, a Sejel irá dispor de um orçamento de R$ 7,049 milhões. Verba garantida de um convênio firmado com o Ministério do Esporte, por meio da Caixa Econômica Federal, para reestruturar o Parque Aquático.

VÍDEOS