Carateca de Borba vai à Bolívia para disputar Sul-Americano

Integrante da Seleção Brasileira, Ryan Christian embarcou rumo ao desconhecido, pois não tem informações sobre os oponentes que enfrentará, mas está confiante em avançar para a final

Diogo Rocha/contato@jornaldezminutos.com.br

Ryan Christian da Silva (à direita) tem 15 anos e é faixa marrom. Foto: Eraldo Lopes

Manaus – Um novo desafio aguarda o jovem carateca amazonense Ryan Christian da Silva, 15, que treina na academia ‘Fênix de Karatê’, de Borba (151 quilômetros ao sul de Manaus). Depois da vaga inédita na Seleção Brasileira de base, em março, o faixa marrom Ryan estreia no Campeonato Sul-Americano, em Santa Cruz, na Bolívia, que começou nesta segunda-feira e termina em 1º de julho.

Ele disputará a prova de Katá (luta imaginária), pela categoria Cadete (14 e 15 anos), nesta quinta-feira (29). É a mesma prova que ele competiu na Seletiva Nacional 1 de Karatê do Sub-14 ao Sênior, em Caruaru (PE), onde conquistou uma lugar na Seleção Brasileira da categoria.

Apesar de não ser obrigatório, Ryan Christian viajou, na madrugada desta segunda-feira, acompanhado das treinadoras Aucileia Costa e Rosely Pantoja, esta última responsável pelo treinamento do carateca no Katá. A técnica Aucileia cuida da preparação do atleta para o Kumitê (luta em si) e ajudará a transmitir mais confiança ao pupilo.

Por ser a primeira experiência do carateca e das treinadoras de Borba em um Campeonato Sul-Americano, uma estratégia mais ousada será utilizada para Ryan conseguir avançar paras as finais do Katá. O treinamento para o torneio internacional durou um mês.

“Geralmente, em uma competição que conhecemos os adversários dele, jogamos os ‘Katás’ conforme os rivais. Como no Sul-Americano não sabemos o nível dos lutadores, o Ryan apresentará logo o melhor Katá dele”, disse a técnica Rosely Pantoja.

VÍDEOS