Alisson se torna o goleiro mais caro do planeta

Liverpool pagou a bagatela de 62,5 milhões de euros para ter o brasileiro. Metas atingidas podem valorizá-lo ainda mais

Estadão Conteúdo

Roma – Roma e Liverpool emitiram comunicados por uma rede social, nesta quinta-feira, para confirmar a transferência de Alisson para o clube inglês. Os romanos divulgaram um valor que pode chegar a 72,5 milhões de euros (cerca de R$ 326 milhões), sendo que 62,5 milhões de euros (cerca de R$ 281 milhões) são fixos e há a possibilidade de acrescer 10 milhões de euros (R$ cerca de 45 milhões) ao negócio por metas alcançadas.

Após realizar examos físicos, jogador posou para fotos oficiais com o novo uniforme (Foto: Twitter Liverpool/Divulgação)

A transferência superou com sobras o montante da contratação de Gianluigi Buffon pela Juventus, em julho de 2001, quando o clube de Turim desembolsou cerca de 53 milhões de euros (cerca de R$ 105 milhões pela cotação da época) para tirá-lo do Parma.

“Estou muito feliz. É um sonho poder vestir uma camisa de tanto prestígio, de um clube desse tamanho e que está acostumado a sempre vencer”, disse o goleiro ao site oficial do Liverpool. “Em termos de carreira, é um passo enorme para mim ser parte desse clube e dessa família. Podem ter certeza que eu vou dar o melhor de mim”, garantiu.

Pela Roma, Alisson foi adversário do Liverpool na semifinal da última edição da Liga dos Campeões da Europa, quando, na partida de ida, na casa do clube inglês, o goleiro saiu derrotado por 5 a 2.

Alisson confirmou que aquela noite vivida no Estádio Anfield, foi importante para ele se transferir para o clube. “Sim, em parte isso influenciou na decisão”, garantiu. Entre Campeonato Italiano e Liga dos Campeões da Europa, Alisson disputou 49 partidas pela Roma na última temporada.

O jogador havia sido contratado em julho de 2016, pela quantia de 8 milhões de euros (R$ 29 milhões na cotação da época).

VÍDEOS