Ingressos para jogo Sub-20 entre Brasil e México custarão de R$ 40 a R$ 100

Os bilhetes começarão a ser vendidos no dia 2 de março, pelo site da CBF (www.cbf.com.br). No total, 44 mil ingressos (capacidade máxima da Arena) serão colocados à venda

Da Redação / contato@jornaldezminutos.com.br

Manaus – Pela primeira vez, a Arena da Amazônia, receberá uma partida da Seleção Brasileira Sub-20. O amistoso diante do México, no dia 25 de março (domingo), às 18h, em Manaus, abrirá o calendário de jogos da equipe canarinho neste ano e servirá de preparação para o Sul-Americano de 2019.

Jogo entre os Sub-20 do Brasil e México, na Arena, abre calendário da Seleção (Foto: Sandro Pereira)

O amistoso entre as equipes Sub-20 do Brasil e México, promovido pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), terá a parceria da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel) e da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM). “Nossa Arena dá muita sorte e Manaus foi a cidade que melhor promoveu a Copa do Mundo, em 2014. Então, ouso dizer vamos ser campeões nesta partida”, disse o governador do Amazonas em exercício e secretário da SSP-AM, Bosco Saraiva.

A secretária da Sejel, Janaina Chagas, revelou que a articulação do amistoso começou com uma visita na sede da CBF, no final de janeiro. “Espero que este seja apenas o início de um calendário repleto de grandes jogos para o nosso Estado, até mesmo como uma forma de incentivar a prática e a valorização do esporte amazonense como um todo”, disse a secretária Janaína.

O diretor de competições da CBF, Manoel Flores, informou os valores que serão cobrados para o amistoso. Os bilhetes começarão a ser vendidos no dia 2 de março, pelo site da CBF (www.cbf.com.br), e os preços, da entrada inteira, serão de R$ 60 (anel inferior), R$ 40 (anel superior) e R$ 100 (Área VIP especial). Já a meia-entrada custará R$ 30 R$ 20 e R$ 50, respectivamente. No total, 44 mil ingressos (capacidade máxima da Arena) serão colocados à venda.

“Nesta terça-feira (27) será feita a convocação on-line dos jogadores (pelo técnico do Sub-20, Carlos Amadeu) para o jogo em questão. É uma fase de preparação onde o foco é o Sul-Americano Sub-19, que dá vaga para a Copa do Mundo e para a Olimpíada (de 2020)”, explicou Flores.

O presidente da Federação Amazonense de Futebol (FAF), Dissica Valério, afirmou que a arrecadação dos valores referentes aos ingressos do amistoso da Seleção Brasileira Sub-20 será de 5% repassados à entidade local, relativo à renda dos jogos. “Quanto ao montante arrecadado e disponibilizado para a FAF, repassaremos 50% para os clubes profissionais locais como forma de incentivar e ajudar o futebol amazonense”, declarou.

Dissica ainda informou que usará o restante do valor destinado à FAF para reestruturar a sede da entidade, no Centro. “A outra metade será destinada à conclusão de obras da própria federação, que teve seu departamento de marketing ampliado, bem como melhorias em sua estrutura e a finalização do auditório”, afirmou

Responsável pela administração da Arena da Amazônia, a Sejel ainda está negociando com a CBF o valor da porcentagem do aluguel do campo, que será descontado da renda bruta do amistoso.

VÍDEOS