Nova edição do ‘Verão na Praça’ tem mostra de audiovisual e show de quadrilhas campeãs

Exibições de curtas amazonenses e apresentação de quadrilhas juninas, no Teatro Amazonas, incrementam atrações do projeto neste domingo

Com informações da assessoria / redacao@diarioam.com.br

Manaus – Exibições de curtas-metragens amazonenses e apresentações de quadrilhas juninas campeãs estão entre as atrações na nova edição do Verão na Praça, neste domingo (17), a partir das 17h, no Largo de São Sebastião e nos arredores do Teatro Amazonas, no Centro de Manaus. As novidades incrementam a programação cultural gratuita promovida pela Secretaria de Estado de Cultura, que inclui ainda exposições de artes, shows musicais, espetáculos de humor e de dança, brincadeiras infantis e outras atividades.

Iniciada no último dia 10, a Mostra de Audiovisual traz uma nova seleção de curtas em seu segundo domingo. A programação inicia no Centro Cultural Palácio da Justiça, às 17h, com a exibição de sete dos títulos selecionados pela curadoria da mostra: “Mi ajudi (sic)”, de Marynara Souza; “Escarlete vermelho sangue”, de Wagner dos Santos; “O acerto”, de Mayara Nunes; “Pé direito”, de Kelly Fernando; “O necromante”, de Ricardo D’Albuquerque; “Psicopata”, de Alessandro Nascimento; e “Leco”, de Augustto Gomes.

Apresentações de quadrilhas juninas campeãs estão entre as atrações na nova edição do Verão na Praça (Foto: Divulgação/SEC)

Da seleção, quatro títulos vêm de Anori, distante 195 quilômetros de Manaus: “O necromante”, “O acerto”, “Mi ajudi” e “Pé direito”. Após a sessão, o público presente poderá bater um papo com os realizadores, conhecendo mais sobre as produções e seus bastidores. A curadoria tem assinatura de Eduardo Augusto Souza, organizador da Mostra de Cinema da Amazônia, em Belém.

As exibições da Mostra acontecem também em três telões espalhados pelo Largo de São Sebastião, em frente à Galeria do Largo, à African House e à Splash Pizzaria. A partir das 18h30, serão exibidos os curtas “Nas asas do Condor”, de Cristiane Garcia; “Germes”, de Rodrigo Castro e Rafael Lima; “Apenas nosso segredo”, de Roberto Roger; “Lei de Murphy”, de Elisa Bessa; e “O tempo que volta”, de Abelly Cristine.

Além da Mostra, o Circuito de Artes Visuais traz ainda uma série de exposições no Largo de São Sebastião e adjacências, reunindo obras de 70 artistas locais, de diferentes gerações e adeptos de diferentes linguagens e técnicas. A lista inclui artistas do graffiti, cujos trabalhos hoje adornam os tapumes em frente à Santa Casa de Misericórdia, na rua Dez de Julho.

O Circuito inclui ainda exibições na Galeria do Largo e na Casa das Artes, no Largo de São Sebastião; no Centro Cultural Palácio da Justiça; e no Museu Casa Eduardo Ribeiro, na rua José Clemente, 322. E bares, restaurantes e quiosques do Largo, mais a fachada do Palácio da Justiça, exibem intervenções visuais com reproduções de obras do acervo da Pinacoteca do Estado.

Tradição junina

Outro destaque da agenda do Verão na Praça é a “Noite das Quadrilhas Juninas Campeãs”, que vai reunir a Caipira na Roça, consagrada no recente Campeonato Brasileiro de Quadrilhas Juninas, no final do mês passado, e JAQ na Roça e Olinda na Roça, respectivas campeãs das categorias Ouro e Prata do Festival Folclórico do Amazonas. O espetáculo gratuito inicia às 19h, no Teatro Amazonas.

A animação da noite começa já no hall do Teatro Amazonas, onde pares das três quadrilhas estarão reunidas para receber os espectadores, além dos bonecos da Olinda na Roça, que evocam os mamulengos típicos dos festejos de Olinda (PE). A quadrilha campeã da Categoria Prata do Festival Folclórico também abre a festança no palco, que segue com a JAQ na Roça, campeã da Categoria Ouro, e se encerra com a Caipira na Roça, campeã nacional. Cada grupo fará apresentação com duração de 30 minutos.

De crianças a adultos

E as atrações que já vinham incrementando o domingo de crianças, jovens e adultos no Largo de São Sebastião seguem em frente, a partir das 17h30. Neste domingo (17), nas escadarias do Teatro Amazonas – a chamada ‘lira’ da casa – o público confere apresentação da Camerata Amazônica do Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro. Em seguida, os alunos do curso de Dança do Liceu encenam três coreografias: “Medley Grease”, “Hairspray: Em busca da fama” e “Mero Romero”.

Ainda na lira, a partir das 18h40, o público se diverte com as tiradas hilárias de Maroca Pipoca, personagem do ator e comediante Wallace Abreu. Logo após, às 19h30, tem show de voz e violão com Eduardo Dornellas.

Para os fãs de desenho, a dica é conferir ao vivo o trabalho dos alunos do Liceu Claudio Santoro ao ar livre, no entorno da praça. O cartunista Al Ramon também instala ali o seu cavalete para retratar, com traços leves e bem humorados, pessoas e cenas no local, das 17h30 às 19h30.

Já na área da Banca do Largo, o público confere, a partir das 17h, performance com os artistas Caroene e Fabiano Barros. E, às 18h30, quem assume o espaço é o Palhaço Quiabo, fazendo graça com os espectadores e transeuntes.

Espaço cativo da meninada, a extensão da rua José Clemente, ao lado do Teatro, vai receber A Turma do Chaves, com o pessoal da Tapa Produções, das 18h às 20h. A meninada poderá curtir ainda brincadeiras infantis tradicionais, com perna de pau, pula corda, macaca, elástico e pebolim, a partir das 17h30.

Os fãs de quadrinhos e livros de histórias de todas as idades, por fim, podem aproveitar a Estação da Leitura, a Biblioteca Volante e o Banco do Livro, todos projetos do programa estadual Mania de Ler. Os espaços ficam dispostos na área do Largo em frente à Casa das Artes.

VÍDEOS