Linda sob a chuva de confete

Kamilla Vieiralves /plus@diarioam.com.br

Manaus – Chegou a hora de tirar a fantasia do armário e abusar da criatividade para ser quem você quiser, nesse carnaval. Para ajudar nessa tarefa, conversamos com o maquiador Rafael Jafra e o stylist Edinho Serrão para reunir as melhores dicas para montar um look abre-alas — seja no bloco de rua ou na avenida.

Menos é mais

A primeira dica importante para o seu visual carnavalesco sobreviver ao clima manauara é não exagerar na quantidade de produtos. Segundo Rafael, a proposta é apenas corrigir o que for necessário.

“Quanto menos quantidade de produto você depositar, mais chances há de ter durabilidade maior. Hoje em dia, os produtos são de alta cobertura, então você não precisa depositar tanta quantidade de base, de corretivo, pra ter uma cobertura bacana. É realmente só pra corrigir, deixar a pele o mais natural possível para você conseguir se divertir, sem ficar desmanchando e derretendo”, afirma.

Metalizados

Aproveitando a onda dos metalizados, que tem tomado as coleções de calçados, recentemente, a maquiagem também pode se aproveitar desse efeito para ganhar uma nova dimensão. Essa é a aposta do maquiador para uma make mais glamourosa.

“Acho que tudo que remete a metálico, a ‘glow’, remete a carnaval. Hoje, eu sou muito mais adepto disso para o carnaval do que o colorido em si”, conta. “Acho que as cores já ficam por conta dos acessórios, da roupa. Na maquiagem a gente pode, de repente, metalizar mais, iluminar mais, dourar mais do que, de fato, colorir demais. Acho que traz um pouco mais de riqueza para o look, de glamour mesmo e não só o que a gente está acostumado a ver, do carregado, colorido”, comenta.

Cores

“Mas e as cores?”, você pode estar se perguntando. Elas também são permitidas, lógico, mas, segundo o maquiador, em detalhes que fazem toda a diferença no resultado final.

“Eu sempre tenho muita cautela no uso de cor na maquiagem, mesmo que seja de carnaval. Sempre escolho pontuar em alguma parte. Eu não vou colorir demais os olhos, por exemplo. Eu vou traçar um delineado de cor, vou fazer uma linha d’água colorida, mas não vou deixar sombra colorida demais. Prefiro colocar pontos de cor na maquiagem para não deixar com uma cara muito caricata”, ensina Jafra.

Batom eterno enquanto dure

Você, provavelmente, conhece essa história: sai de casa com a make maravilhosa e, no primeiro copo d’água, lá se foi o batom. No carnaval, é possível que um copo d’água seja a última das suas preocupações, mas também é preciso cuidar dos lábios para aguentar a folia debaixo de sol ou chuva.

“O ideal é que você tenha o hábito de esfoliar e hidratar com frequência, porque usar um batom em uma boca que esteja descascando, esfarelando, descamando, também não dá aquele efeito bonito que a gente espera”, garante Rafael.

Feito isso, existem dois segredos para o batom ser duradouro, segundo o maquiador. Papel e caneta na mão? “Continua valendo o preceito dos batons mais secos. Quanto mais secos, mais durabilidade ele vai ter”, explica.

“Além disso, se você não quer ter essa necessidade de retocar muito, o ideal é escolher uma cor que seja próxima da dos lábios — ainda mais com essa história de carnaval que você sai, conhece alguém e ‘fica’ —, então não é legal estar com um batom colorido, que pode virar uma borradeira só”, opina.

Hora de brilhar

Com a maquiagem quase pronta, é hora de dar um toque a mais na sua produção. E, aqui, as possibilidades são infinitas, mas o grande curinga, segundo os nossos especialistas, vai ser um velho conhecido: o glitter.

Das ruas aos camarotes, nos olhos, na boca, nas barbas e pelo corpo inteiro, o ‘pó mágico’ promete um efeito único, com pouco gasto. No entanto, se você, alguma vez, deixou cair um potinho de glitter em trabalho de escola, sabe que ele faz uma bagunça danada! Então, confira a dica de como deixar a festa mais colorida, sem encontrar glitter pela casa pelo resto do ano.

“Eu sempre uso cola de cílios para aplicar glitter. Aplico na área onde eu quero que o glitter fixe, deixo secar por volta de 30 segundos e, em cima, com a ajuda de um cotonete ou um pincel, deposito — não esfrego — o glitter. Na hora que cola, ali, não sai mais: pode transpirar, pular, se divertir e ele não vai sair do lugar. A make fica intacta”, garante o maquiador.

Para a área dos olhos, ele faz, ainda, um alerta importante. “O ideal é usar glitter específico de maquiagem. Não é que não pode ser usado outro tipo, em outras partes do rosto, mas, nos olhos, especificamente, eu aconselho que você use um produto específico para maquiagem mesmo. Hoje em dia, é fácil encontrar, de várias marcas, nacionais ou importadas”, recomenda.

Elementos diferentes

Ainda acha que a maquiagem precisa de algo mais? Pois muito bem, aqui vai outra boa dica: saia do comum. De acordo com o maquiador, você pode aproveitar coisas do dia a dia para criar o seu visual.

“Nesse sentido, você pode abusar! Você pode usar cristais de manicure, lantejoulas, paetês, o que quiser para aplicar onde você deseja dar aquele toque de brilho, na maquiagem. Eu, inclusive, nas minhas procuras de referências, encontrei um delineador todo feito de lantejoulas e o efeito é superbonito. De repente, a maquiagem está super nada e ela fez só o delineado todo de lantejoula”, ensina.

E, para deixar tudo isso no lugar, ele reforça o truque: “Do mesmo jeito que eu utilizo a cola dos cílios para colar o glitter, eu uso pra colar essas outras coisas”.

Sem medo de errar

E já que a ideia é brilhar, por que não levar a proposta também para o look? Segundo o stylist Edinho Serrão, esse é o momento de se jogar sem medo. “Acho que carnaval não pede preto, acho que preto deve ser aposentado”, afirma. “Carnaval é uma festa multicor, então eu acho que é aí que a gente tem que botar para fora esse lado colorido, do brilho, tem que apostar e explorar justamente isso, porque eu acho que é a data do ano inteiro que ninguém nunca fica over”, garante.

Onde apostar o brilho então? “Você pode não usar o vestido todo, mas pode usar detalhes na bolsa, em uma parte do busto do vestido ou então um short de pedraria, em uma regata. Não precisa ser o look inteiro, mas acho que dá para dosar”, ensina o stylist.

Tirando a fantasia do armário

Comprar uma fantasia diferente para cada festa pode sair muito caro. Porém, o que seria do carnaval sem essa roupa temática? A dica é fuçar o próprio armário. Segundo Edinho Serrão, você, possivelmente, tem alguns tesouros escondidos lá.

“Eu acho que, no guarda-roupa, tem coisa que você pode customizar e transformar e acaba que você vai está fantasiada sem gastos e é uma fantasia que a gente diria que é com um pé no fashion. Essa coisa da fantasia fashion. Acho que toda pessoa tem, no guarda-roupa, elementos que podem juntar e acabar se transformando em uma fantasia. É a grande sacada. Você vai ter uma roupa exclusiva e só sua”, afirma o stylist.

Quer um exemplo? “De um vestido, uma camisa ou até uma saia de listras, você pode se tornar uma marinheira, aproveitar uma coisa náutica. Essa moda da franja também, – que teve um grande boom e muita gente aderiu aqui – num vestido, por exemplo, você pode transformar numa melindrosa. Com um colete de franja, você pode fazer uma linha meio nordestina, meio Maria Bonita. Com o floral, pode virar uma havaiana. É só juntar peças e acaba que você transforma o look”, garante.

Acessórios

Maquiagem pronta e roupa escolhida, é hora do complemento. Nesse departamento, nossos especialistas aconselham a tentar harmonizar o seu acessório com a maquiagem e com o tom dos cabelos para conseguir o destaque.

“Normalmente, eu procuro os acessórios que tenham tons relativamente parecidos com o da maquiagem, para não destoar muito, ou então tons neutros. Com uma maquiagem dourada, por exemplo, pode usar um acessório preto. Já em uma pessoa com o cabelo mais loiro, por exemplo, destaca e dá um charme a mais para o look”, ensina Rafael Jafra.

Dicas anotadas? É hora de pôr tudo em prática e aproveitar as festas da melhor forma possível. E já que o ano só começa depois do carnaval, que se inicie com o pé direito.

VÍDEOS