Seis suspeitos são presos por tráfico de drogas, em Manaus

Manaus – Seis pessoas foram presas suspeitos de tráfico de drogas na quinta-feira (18), após denúncias anônimas. Dois jovens foram presos em bairros de classe média alta da capital. Com eles foram apreendidas armas e diversos tipos de droga.

Entre os presos estão o estudante de Engenharia Civil Hugo Ferreira Lima, 22; Alexandre Marçal de Freitas, 21; André Felipe Batista Sá, 21; Gircirlei Alves Ipuchima, 31; Givanildo de Souza Colares, 38, e Leandro Pereira da Silva, 30.

As prisões foram realizadas Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc) e pelas Rondas Ostensivas Cândido Mariano.

De acordo com o delegado Paulo Mavignier, Alexandre foi preso por volta das 17h30, na casa onde morava, localizada na Rua Curitiba, bairro Nossa Senhora das Graças, zona Centro-Sul. André, Gircirlei, Givanildo e Leandro foram interceptados por volta das 18h, em bairros distintos da zona Oeste. Os policiais chegaram até Hugo às 23h45, no momento em que ele faria a entrega de drogas na Avenida Professor Nilton Lins, bairro Flores, zona Centro-Sul da cidade.

Conforme a autoridade policial, a equipe de investigação do Denarc recebeu informações, por meio do disque-denúncia do departamento, (92) 99415-0129, sobre a venda de drogas no endereço onde Hugo estava. A equipe policial foi até o lugar averiguar a delação e conseguiu efetuar o flagrante. Na ocasião, Hugo estava em um carro modelo Honda City, de cor branca e placas PHJ-6086, estacionado na via.

“Durante revista no interior do veículo conduzido pelo universitário encontramos uma porção grande e duas porções médias de maconha, uma pistola ponto 57 com numeração raspada e um carregador com oito munições intactas. Após o flagrante, Hugo informou que guardava mais entorpecentes na casa onde morava, em um condomínio de luxo situado na Rua Barão de Indaiá, bairro Flores. Na residência apreendemos mais dois potes grandes de maconha, uma balança digital e material para embalo da droga”, explicou Mavignier.

Ainda segundo o diretor do Denarc, Alexandre estava sendo investigado há aproximadamente 10 dias por envolvimento com o tráfico de drogas da cidade, especialmente no bairro Nossa Senhora das Graças.

Os policiais montaram campana em frente à casa do infrator e presenciaram o momento em que Alexandre entregava drogas para outro indivíduo, até o momento não identificado pela polícia, que estava a bordo de um veículo automotor.

“Alexandre confessou que comercializava drogas e revelou que tinha entorpecentes escondidos no quarto dele. No cômodo foram encontradas, aproximadamente, 40 porções de maconha, diferentes tipos de drogas sintéticas, como pílulas de ecstasy, cartelas de Ácido Lisérgico Dietilamida, popularmente conhecido como LSD, além de pequenas quantidades de haxixe. No local também foram apreendidos R$ 1,2 mil em espécie, material para embrulho da droga, balanças digitais e dois narguilés”, declarou.

Durante a noite de quinta, novas informações sobre entrega de drogas foram repassadas ao disque-denúncia do Denarc. Então, as diligências foram divididas com a guarnição da Rocam. O capitão do grupo, Renan Carvalho, afirmou que uma das delações informava que outra entrega de drogas iria ocorrer, dessa vez na Praia Dourada. Os indivíduos estariam na Avenida do Turismo, a bordo de um veículo modelo Palio, de cor verde e placas não informadas.

“No momento em que realizávamos revista ao automóvel encontramos em posse de André, Gircirlei e Givanildo um tablete de maconha do tipo skunk. O trio informou que escondia outras drogas em uma residência localizada na Rua São João, segunda etapa do bairro Compensa, zona Oeste. No endereço informado Leandro foi encontrado em posse de dois tabletes de maconha e 13 porções de pasta base de cocaína”, explicou capitão Carvalho.

Mavignier ressaltou durante coletiva de imprensa que os jovens presos tinham alto padrão de vida. A autoridade policial sugeriu que pais e responsáveis devem procurar saber onde os filhos andam e em que companhia estão. “Pais de jovens e adolescentes devem ficar atentos às alterações de comportamento em casa para saber se os filhos estão usando ou até mesmo comercializando drogas”, concluiu.

Hugo foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito em função da numeração estar raspada. Alexandre foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e petrechos. André, Gircirlei, Givanildo e Leandro foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Ao término dos procedimentos cabíveis os seis indivíduos serão encaminhados à Penitenciária Raimundo Vidal Pessoa, onde irão permanecer à disposição da Justiça.

VÍDEOS