Manacapuru gasta R$ 350 mil com festa mas medicamentos estão em falta

Por Geraldo Farias


Com falta de medicamentos, ambulâncias paradas, problemas com assaltos, falta de saneamento básico e ruas cheias de lixo, a Prefeitura de Manacapuru está gastando R$ 350 mil com a contratação da cantora gospel Damares e da dupla sertaneja Mateus e Kauan, para a 84ª Festa de Aniversário do município, comemorada a partir desta sexta-feira (15), com sete dias de festas.

O prefeito Jaziel Nunes (PMDB) disse que todas as cidades têm problemas, devido à crise financeira, mas Manacapuru mantém seus compromissos e a festa é uma tradição que movimentará o turismo e comércio.

A reportagem da REDE DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO esteve nesta quinta-feira (14) em Manacapuru. No Hospital Geral da cidade, moradores reclamaram da falta de medicamentos e de médicos. Na Avenida Padre Rafael, há uma oficina com seis ambulâncias paradas.

A aposentada Lucineide de Souza, 58, afirmou que a saúde está precária. “Aqui, só Deus mesmo. Está difícil para todo mundo”, disse.

Maria Almeida, 54, doméstica, reclamou da falta de medicamentos e da falta de iluminação nos bairros, onde, segundo ela, aumentou o número de assaltos. Maria é alérgica a dipirona e contou que não há outro medicamento para dor nas unidades de saúde da cidade.

O prefeito disse que realmente falta remédios e ambulâncias. Ele afirma que Manacapuru é o município que mais compra remédios e que por atender seis municípios ao redor, as ambulâncias vivem em manutenção. Sobre o lixo nas ruas e falta de iluminação pública, o prefeito disse que há uma força-tarefa para solucionar esses problemas.

VÍDEOS