Vacinação terá esquema especial de segurança

Objetivo é evitar transtornos durante o trabalho de imunização. Para isso, a PM promete otimizar o policiamento nos locais de vacinação.

Thiago Gonçalves contato@jornaldezminutos.com.br

A campanha de vacinação contra o vírus Influeza (gripe), incluindo o H1N1, inicia amanhã, em todo Estado, com esquema especial de segurança pública. O principal objetivo do plano é evitar transtornos durante o trabalho de imunização. O esquema foi definido na manhã de ontem em reunião com representantes da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS/AM).

“Nós recebemos a demanda sobre os locais de vacinação e vamos otimizar o policiamento de forma a garantir a segurança da vacinação”, explicou o tenente-coronel Dias Figueiredo, chefe da seção de planejamento e operações da Polícia Militar do Amazonas (PM-AM).

As ações de segurança serão coordenadas por meio do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), localizado na Avenida André Araújo, bairro Aleixo, zona Centro-Sul de Manaus. Na capital, dez unidades de saúde que funcionam com o horário de atendimento diferenciado terão maior atenção para a vacinação das pessoas pertencentes ao público-alvo da campanha. A localização dessas unidades podem ser consultadas no site semsa.manaus.am.gov.br, no link unidades.

“Essas dez unidades funcionam no horário de sete horas 7h às 21h de segunda-feira a sexta-feira. E, no sábado, de 8h às 12h, também vão estar disponibilizando a vacina para os grupos prioritários. Nas demais unidades com sala de vacinação, o horário de funcionamento é das 8h às 17h”, informou a assessora técnica da subsecretaria da gestão municipal de saúde, Aldeniza Souza.

Ela destacou, ainda, a importância da existência do esquema de segurança para ajudar na campanha de vacinação. “Essa parceria com a segurança pública do Estado fortalece e garante a operacionalização dentro da normalidade, especialmente, a segurança para nossos usuários e para nossos servidores. É importante que a população entenda que são os grupos prioritários, neste primeiro momento, que deverão comparecer para vacinação a partir desta quarta-feira”, disse a Aldeniza.

Segundo a diretora-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde em Saúde do Amazonas (FVS-AM), Rosemary da Costa Pinto, 1 milhão de doses da vacina contra o H1N1 já chegaram ao Estado. “Queremos garantir que a população tenha acesso à vacinação, sem riscos, sem problemas, sem dificuldades”, disse.

Grupos prioritários

Fazem parte dos grupos prioritários para receber a imunização as crianças de 6 meses e menores de 6 anos; idosos acima de 60 anos; todos aqueles, independente de faixa etária, que tenham doenças crônicas (hipertensos, diabéticos, imunodeprimidos, transplantados, pessoas com câncer); além de grávidas, puérperas até 45 dias após o parto; trabalhadores da saúde, profissionais da educação, povos indígenas, pessoas privadas de liberdade e profissionais do sistema prisional.

 

VÍDEOS