Universitário com meningite segue na UTI, mas apresenta melhora, diz Susam

O caso de meningite no estudante da Estácio foi confirmado por meio de exame de líquor e foi provocado por uma bactéria

Édria Caroline

Manaus – O quadro de saúde do universitário de 17 anos diagnosticado com meningite meningocócica apresentou melhora, mas ele ainda está em estado grave, segundo informações divulgadas pela Secretaria de Estado da Saúde (Susam), no início da tarde desta sexta-feira (20). As aulas da Faculdade Estácio, onde o jovem estuda, foram retomadas na manhã desta sexta-feira.

A direção do Hospital e Pronto-socorro 28 de Agosto informou que o adolescente está sedado, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). “Nas últimas 48 horas, houve melhora da infecção, mas o quadro de saúde ainda é considerado grave”, diz trecho da nota enviada à redação.

O universitário deu entrada no 28 de Agosto, por volta das 5h de quarta-feira (18). Na noite do mesmo dia, o prédio da Estácio, em Manaus, foi evacuado e alunos do turno noturno ficaram sem aula. As aulas na unidade também foram suspensas na quinta-feira (19). Segundo a assessoria de comunicação, a suspensão era para que houvesse uma higienização nos ambientes da instituição.

Logo após a divulgação do caso, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) confirmou o diagnóstico e informou que foi desnecessária a evacuação da instituição de ensino. O caso de meningite foi confirmado por meio de exame de líquor e foi provocado por uma bactéria.

A Semsa ressaltou que a doença não é viral e para que haja o contágio é necessário contato com o doente por pelo menos cinco dias seguidos. O universitário, que não teve o nome divulgado, segue internado no Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, na zona centro-sul da capital, para tratamento.

VÍDEOS