Incêndio de grandes proporções destrói pelo menos 15 casas em Petrópolis (Confira o vídeo)

De Jucélio Paiva

Manaus – Um incêndio de grandes proporções destruiu pelo menos 15 casas, na noite desta segunda-feira (03), no beco do Dilúvio, com acesso pela avenida Paulo VI, bairro Petrópolis, zona centro-sul de Manaus. O Corpo de Bombeiros informou que a corporação foi acionada às 18h45, mas teve dificuldades para chegar ao local por conta do trânsito intenso na área.

O incêndio foi controlado às 19h40, mas as equipes continuam trabalhando até a extinção total das chamas. Ainda de acordo com o Corpo de Bombeiros, não houve registro de vítimas. Seis viaturas de combate à incêndio e duas unidades de resgate foram deslocadas ao local.

“A população estava ameaçando o trabalho dos bombeiros, por conta do desespero de ver suas casas destruídas. Por isso, foi solicitado o apoio da Polícia Militar no local”, relatou o sargento Dennis Wilson, do Corpo de Bombeiros do Amazonas. Também foram acionados o Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito de Manaus (Manaustrans), para dar apoio no trânsito da área, e a Amazonas Energia, para desligar o fornecimento de energia no local durante a ação dos bombeiros.

A dona de casa Vanda Coimbra, 38, relatou que o fogo começou em uma oficina de sofá, e se espalhou rapidamente para as outras casas de madeira. “Pelo menos cinco casas foram atingidas rapidamente. Pouca coisa deu pra salvar da minha, porque meu esposo estava sozinho em casa”, disse.

O estudante Vitor Maia, 18 anos, comentou que estava na casa de uma amiga, no bairro Adrianópolis, quando foi informado do incêndio. “Liguei pra minha mãe e ela confirmou que nossa casa estava pegando fogo. Peguei um mototaxista, mas quando cheguei, já tinha queimado quase tudo. Só deu pra salvar uma TV e as camas”, contou o estudante, acrescentado que na casa moravam seis pessoas, sendo os pais e mais três irmãos dele.

A secretária Goreth Garcia, da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh), chegou ao local minutos após o incêndio ter sido controlado. Ela informou que a secretaria já está realizando o levantamento da situação. “Já estamos conversando com as famílias, procurando identificar quantas pessoas foram atingidas de fato. A prefeitura tem serviços que disponibilizam colchões, cestas básicas, e mais a frente, o auxílio aluguel, mas esse é o passo seguinte. Agora será feito o atendimento médico e o encaminhamento dessas pessoas que precisam de cuidados”, disse.

Segundo o tenente do Corpo de Bombeiros, João Filho, os moradores que tiveram seus lares destruídos serão realocados em igrejas nas proximidades do local.

VÍDEOS