Furto de cabos deixa cerca de 400 famílias sem telefone e internet, em Manaus

Segundo a polícia, o suspeito do crime vendia os cabos, que continham fios de cobre, para comprar drogas. Moradores da zona sul da capital tiveram serviços interrompidos

Girlene Medeiros

Manaus – Israel Ortiz da Silva, 25, foi preso, na madrugada desta quarta-feira (7), suspeito de furtar quatro rolos de cabos com fios de cobre, de uma empresa de telefonia móvel e de internet. Conforme a Polícia Civil (PC), o furto deixou, pelo menos, 400 famílias sem telefone, TV a cabo e internet, na zona sul de Manaus. Ele já havia sido preso pelo mesmo crime, no último dia 22 de janeiro.

O homem é suspeito de ter furtado cabos com fios de cobre, por volta de 2h, que estavam instalados na Rua Professor Marciano Armond, no bairro Cachoeirinha, zona sul. De acordo com o delegado Adriano Félix, titular da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), os policiais civis flagraram Israel cortando os cabos. O material cortado pelo homem era recebido em sucatarias.

Homem já havia sido preso pelo mesmo crime, no último dia 22 de janeiro (Foto: Reinaldo Okita)

Segundo o delegado, os policiais chegaram até Israel após investigação e recebimento de denúncias, além de registros de Boletins de Ocorrência (BOs). Os policiais apreenderam os quatro rolos de fios de cobre furtados com Israel.

Segundo Félix, o furto afetou o fornecimento de telefonia e internet a, pelo menos, 400 famílias da região sul de Manaus. Israel já tinha sido preso no dia 22 de janeiro pelo mesmo crime. “Ele alega que rouba para comprar drogas. Nesses quatro rolos de fios de cobre, ele iria receber R$ 500”, disse o delegado, acrescentando que o quilo do fio de cobre é vendido por R$ 15.

Questionado, Israel evitou falar com a reportagem.

O delegado explicou que o suspeito agia durante a madrugada, retirando todo o cobre dos cabos de telefonia para revendê-los. Diante das sucessivas prisões pelo mesmo crime, o delegado informou que deve solicitar da Justiça a prisão preventiva do homem.

Felix acrescentou que, em janeiro deste ano, foram registrados, pelas empresas de telecomunicações, 58 ocorrências de furtos de fios de cobre. Este mês, segundo a Polícia Civil, as empresas registraram 17 ocorrências do mesmo crime, totalizando o furto de 1.350 metros de cabos, causando prejuízo estimado em R$ 216 mil para as empresas.

Segundo Félix, Israel já tinha passagem pela polícia por três furtos e quatro roubos. O homem será encaminhado a uma Audiência de Custódia, no Fórum Henoch Reis, zona centro-sul. Ele vai responder por furto.

VÍDEOS