Em Iranduba, detentos fazem motim, serram grades e tentam fugir de delegacia

Manaus – Detentos custodiados na 31ª Delegacia Interativa de Iranduba (a 28 quilômetros de Manaus) fizeram um motim, por cerca de quatro horas, durante a madrugada desta terça-feira (09). De acordo com informações do comandante do 8ª Companhia Independente da Polícia Militar (PM), capitão Fabrício Vieira, os presos depredaram as celas e tentaram fuga em massa. Após a confusão, dos 42 detentos, 35 foram transferidos para a Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa, em Manaus. Não houve feridos.

Conforme informações da polícia, o motim começou por volta de meia-noite. Além da superlotação, os detentos reclamavam da falta de alimentação. De acordo com o capitão, eles serraram as grades da parte superior da cela para tentar a fuga. Enquanto um grupo tentava fugir, outros quebravam os dois alojamentos onde eles ficam presos.

Apesar da confusão, que foi controlada por volta das 4h, segundo o capitão, nenhum detento foi agredido ou ficou ferido. Após a chegada do reforço com policiais da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam) e da Força Tática e também do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera), o motim foi controlado.

Após autorização da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), segundo a PM, 35 dos 42 detentos foram transferidos do DIP para a Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa, em Manaus. Essa foi a segunda transferência de presos da unidade para presídios da capital em menos de dois meses.

A reportagem tentou contato com o delegado da Polícia Civil, Ricardo Homero, responsável pela delegacia, por telefone, mas o mesmo não atendeu as ligações.

VÍDEOS