Arthur Neto acompanha ação de vacinação no bairro Jorge Teixeira

Na oportunidade, o prefeito de Manaus conversou com o secretário executivo-adjunto da Seaop, coronel Klinger Paiva, e pediu reforço durante a ação de vacinação na localidade

Bruno Mazieri

Manaus – Na noite desta quinta-feira (19), o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, esteve no bairro Jorge Teixeira, zona leste da cidade, para acompanhar uma equipe de vacinação contra o sarampo da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), após denúncia feita por ele, na noite de quarta-feira (18), de que traficantes teriam coibido o trabalho dos profissionais da saúde no local.

Arthur Neto acompanha ação de vacinação no bairro Jorge Teixeira (Foto: Bruno Mazieri/Divulgação)

Juntamente com Arthur, esteve presente o secretário executivo-adjunto da Secretaria Executiva Adjunta de Operações (Seaop), coronel Klinger Paiva. “Eles (traficantes) não podem impedir a gente de trabalhar, é um absurdo! É muito ruim eles tirarem vidas proibindo que as pessoas se vacinem e fiquem a salvo de uma doença altamente perigosa”, disse o prefeito.

Arthur disse, ainda, que solicitou junto ao governador do Estado, Amazonino Mendes, a presença da polícia durante as ações de vacinação da Semsa. “Pedi que enquanto durasse a campanha eles (policiais) cubram, pela parte da noite, a ação dos agentes de saúde”, comentou.

Arthur Neto disse, também, que o “Brasil vive uma fase pré-Escobar”, fazendo referência ao narcotraficante Pablo Escobar. “Sabemos daquele drama todo da Colômbia e se não cuidarmos agora com medidas sociais, com medidas de repressão, nós vamos ver esse estado pré-Escobar virar um estado do Escobar. Ou seja, guerra, armamentos pesados, nós temos que saber reagir”.

O secretário executivo-adjunto da Seaop, coronel Klinger Paiva, afirmou que a determinação é que a Polícia Militar (PM) reforce e acompanhe as equipes de vacinação. “A polícia está com os números, contatos das equipes que vão estar em campo. Todas as equipes vão ter um contato imediato para caso aconteça alguma coisa para ter esse apoio”, declarou.

Em seguida, o prefeito de Manaus, o secretário excutivo-adjunto da Seaop, o titular da Semsa, Marcelo Magaldi e a primeira-dama do município e presidente do Fundo Manaus Solidária (FMS), Elisabeth Valeiko, seguiram com as equipes de vacinação para a Rua Goiabeira, ainda no bairro Jorge Teixeira, para acompanhar as ações de combate ao sarampo.

VÍDEOS