Ar-condicionado quebrado faz escola estadual ter aula em refeitório, dizem alunos

Alunos do 3º ano do ensino médio da Escola Estadual Dr. José Milton Bandeira reclamam do calor no refeitório e dizem que a situação prejudica o aprendizado

Sofia Lorrane

Manaus – Alunos de uma turma do 3º ano do ensino médio tiveram aula no refeitório, nesta quarta-feira (18), porque o ar-condicionado da sala de aula está queimado há pelo menos cinco dias, na Escola Estadual Dr. José Milton Bandeira.  Eles reclamam do calor e dizem que o aprendizado na escola localizada na Rua Duartina, bairro Monte Sinai, zona norte, está sendo prejudicado.

Ar-condicionado quebrado faz escola estadual ter aula em refeitório (Foto: Sofia Lorrane/Divulgação)

A estudante Maria Helena Siqueira da Silva, 18, aluna da turma do 3º ano 7, afirmou que desde a última sexta-feira (13), o ar-condicionado da sala dela está com defeito. “Estávamos assistindo aula na sala mesmo, sem o ar-condicionado, mas hoje (18) estava muito quente aí a professora nos trouxe para o refeitório. É quente, fica ruim para estudar, é muito abafado”, disse.

Raquel Aline de Freitas Farias, 20, também aluna do 3º ano 7, contou que a situação prejudica o aprendizado da turma. “É quente, o sol pega bem na gente e isso desconcentra. Estamos nos preparando para o vestibular e essa situação nos atrapalha”, comentou.

Já Luan Pereira Correia, 21, diz que essa não é a primeira vez que o ar-condicionado da sala apresenta problemas. “O ar-condicionado começou a dar problema há um tempo. Eles arrumaram e esses dias voltou a ficar com defeito. A aula foi toda no refeitório. Suamos muito e é muito quente”, explicou.

Um funcionário da escola, que não quis se identificar, confirmou que a aula ocorreu no refeitório, nesta quarta-feira (18), e disse que só a gestora poderia responder sobre os motivos, mas a mesma estava ocupada. A reportagem do Portal D24am tentou falar com a diretora da escola, mas ela estava em reunião e não recebeu a equipe.

A Secretaria de Estado da Educação e Qualidade do Ensino (Seduc) informou, por meio de nota, que os procedimentos para a solução do problema na sala já estão sendo efetuados e negou que os alunos estão assistindo aula no refeitório. “Essa turma, que foi para espaço fora do ambiente da sala de aula, estava no local porque a professora decidiu realizar uma atividade extraclasse” diz a nota.

VÍDEOS